Curiosidade – Cidade perdida lendária

 

 

Curiosidade – Cidade perdida lendária

 

 

 

 

Cidade perdida lendária foi encontrada na maravilha ecológica de Honduras

 

 



 

 

VOCÊ VAI VIAJAR ?

 

NÃO PERCA TEMPO FAZENDO PESQUISAS.

 

NÓS FAREMOS TODO O ROTEIRO (DIA A DIA) PARA VOCÊ.

 

CONSULTE-NOS:

 

E-MAIL: contato@consultordeviagens.com

FONE: (41) 9943-5960

 

 



 

 

© Fornecido por AFPRelaxNews

1 - jaguar-homen - honduras
Uma estátua do jaguar-homem encontrado nas ruínas da antiga civilização em Honduras, fotografada pela National Geographic.

 

Uma expedição de cientistas e arqueólogos descobriu as ruínas de uma antiga civilização em uma parte da selva hondurenha, descrita como a área mais intacta de floresta tropical na América Central.

 

Depois de séculos de crença popular que disseminava a ideia de um El Dorado perdido repleto de riquezas incalculáveis nas profundezas da floresta tropical de Honduras, uma equipe de arqueólogos, engenheiros, e antropólogos afirmam ter encontrado o local lendário da Cidade do Deus Macaco ou A Cidade Branca, na qual as pessoas adoravam a um deus macaco e de onde os visitantes nunca retornavam.

 

Primeiramente noticiada pela National Geographic, que mandou um fotógrafo e um repórter para acompanhar os cientistas em uma jornada pela selva, a expedição tem sido aclamada como um marco cultural e ecológico.

 

Para o arqueólogo-chefe Christopher Fisher da Universidade Estadual do Colorado, foi sua interação com um nervoso macaco-aranha que o ajudou a refletir sobre a importância da descoberta feita por sua equipe.

 

Quando um macaco-aranha particularmente irritado decidiu que Fisher estava invadindo o seu território, o animal – remexendo-se de cabeça para baixo no galho acima de sua cabeça – manifestou o seu aborrecimento.

 

“Estava gritando comigo, jogando galhos e folhas em cima de mim”, disse Fisher em uma entrevista de telefone. “Estava bravo comigo por estar invandindo o seu espaço”.

 

Nos últimos séculos, os macacos selvagens aprenderam a temer os humanos, vistos como predadores, e a fugir do contato, aponta Fisher.

 

Mas nessa parte do mundo, na qual os animais nunca haviam se encontrado com humanos antes, o macaco viu o arqueólogo apenas como outro primata que estava invadindo seu espaço pessoal.

 

“Ter visto tal cena teve um grande impacto em mim”, disse.

 

 

O momento revelador

 

© Fornecido por AFPRelaxNews

2 - honduras
Uma região de um vale virgem em Honduras, que pode ter hospedado a lendária cidade, fotografada pela National Geographic.

 

Tudo isto dito, os cientistas encontraram e documentaram 52 objetos que acreditam ser datados de 1000 a 1400 d.C, “surgindo da terra”, o que inclui cadeiras para cerimoniais, vasos esculpidos com refinamento e decorados com serpentes, e a cabeça de uma esfinge de um jaguar-homem, uma criatura mítica que é parte humano, parte jaguar e outra parte serpente.

 

Os itens foram deixados sem escavação e simplesmente documentados.

 

Diferente dos filmes, nos quais heróis fanfarrões que usam chapéus se deparam com cidades escondidas com trilha sonora para marcar o climax, Fisher afirma que o seu momento revelador foi bem menos dramático e aconteceu no laboratório em 2012, enquanto analisava imagens enviadas de um escaner a laser de última geração chamado LIDAR.

 

O LIDAR é responsável pela detecção e localização a laser e pode mapear o solo, mesmo em florestas densas.

 

Depois de digitalizar as imagens, Fisher detectou evidências de uma terra que havia sido modificada por homens e de assentamento, tais como possíveis canais de irrigação e rotas.

 

Fischer também relata que a área provavelmente teria sido uma coleção de diversas “cidades perdidas” ou assentamentos, em vez de uma única antiga sociedade.

 

Até agora, para evitar possíveis roubos, os cientistas estão mantendo o localização exata em segredo. Mas o local também precisa ser mantido em segredo por sua significação ecológica, afirmou Fisher.

 

“Agora que a descobrimos, é nossa responsabilidade preservá-la.”

 

 

Fonte: msn
Nossa Publicação em 27.03.15.

 

 

MAIS INFORMAÇÕES:

http://www.consultordeviagens.com